Qual é o seu tipo de corpo?

Olá queridas leitoras (e leitores também ne rs), tudo bem?

Para abrir os nossos trabalhos sobre moda com chave de ouro nada melhor que começar do início (mas como assim Buena??? Se começa é do início né?!) Off course baby, e por isso vamos iniciar do básico, essencial mas que muitas meninas não sabem e ainda têm muitas dúvidas que é o nosso tipo de corpo. Este é o primeiro passo para começar a melhorar o vestuário. Muitas vezes vemos que um determinado tipo de roupa fica tão bem em algumas pessoas e em nós já não, pelo biotipo ser diferente e não aceitar certos modelos ou cortes. Hoje, vamos descobrir que tipo de corpo você tem (se você não sabe, é claro).

Primeiro vamos tirar as medidas: Meça a largura dos seus ombros, da cintura e da parte mais larga dos quadris. Mas atenção, não dê a volta completa, tire a medida de uma lateral à outra. Passe-as para um papel e compare-as.

Ampulheta

Ampulheta

Conhecido como ideal. Ombros e quadris estão na mesma linha. Os seios são médios e as curvas são suaves e proporcionais. O ponto forte do corpo é a cintura fina.
O importante para você é valorizar as suas formas, que são bonitas e harmônicas por natureza, mas com muito cuidado para não modificá-las. Por isso, o ideal é sempre manter a cintura marcada. Caso contrário, seu corpo perderá as curvas e a sua imagem vai parecer retangular.

Valorize os braços bonitos com regatas, blusas sem mangas e decotes tomara que caia. Alongar as pernas é sempre uma boa opção para deixar a silhueta elegante. Aposte nas saias com bainha logo acima dos joelhos.

Aposte em: Tecidos fluidos, produções monocromáticas, calças e saias leves, cintura alta ou marcada, faixas e cintos;

Evite: Peças estruturadas, roupas coladas ou muito largas, calças amplas ou afuniladas demais, blusas curtas, casacos sem a cintura marcada.

Oval

 Oval

As calças e saias devem ser mais retas. Decotes em “V” também são ótimos aliados para disfarçar a falta de cintura. As blusas não devem ser muito soltas, nem justas. Modelagens retas com uma leve marcação de cintura são as mais indicadas. Procure peças em que o tecido foi cortado na diagonal, isso ajuda bastante na hora de esconder formas indesejadas.

Aposte em: Looks monocromáticos, tecidos encorpados, decotes em U ou em V, saias e calças retas, blusas até a metade dos quadris;

Evite: Tecidos volumosos ou colantes, calças e blusas muito largas, saias rodadas, bolsos e botões exagerados, colares curtos, sandálias de tiras finas.

Triângulo Invertido

Triangulo Invertido

O volume maior da silhueta triângulo invertido está concentrado na parte de cima do corpo. Os ombros são sempre maiores do que os quadris, a cintura tende a ser reta, a barriga saliente, as costas largas e as pernas longas e finas.
Para equilibrar tudo isso, você precisa suavizar o peso do tronco, fazendo os ombros parecerem menores, e os quadris, mais volumosos. Outra saída possível é desviar os olhares do alto do corpo, valorizando o seu ponto forte: as pernas.

Aposte em: Blusas com babados na barra, decotes em V, detalhes verticais como lenços, mangas de punho amplo, calças volumosas, saias estampadas;

Evite: Camisas e casacos estampados, blusas com bolsos aparentes, mangas elaboradas e ombreiras, casacos com abotoamento duplo, leggings, calças skinny e saias feitas de tecido colante, decote canoa e detalhes horizontais.

Retangular

Retangular

Seus ombros, quadris e cintura estão na mesma linha e suas formas costumam ser magras e com poucas curvas. Suas pernas normalmente são finas e, se você ganha uns quilinhos, eles se distribuem de maneira equilibrada.
Seu ponto de ação deve ser focado na falta de curvas. Você pode tanto apostar em artifícios para criar a ilusão de formas, como usar as roupas para esconder ou, pelo menos, desviar os olhares de pontos como a cintura. Além disso, por causa das formas retas, é importante deixar sua aparência mais feminina.

Aposte em: Saias rodadas, cintura levemente baixa, vestidos-casaco, calças com pregas ou bolso faca, pantalonas, blusas feitas de tecidos fluidos;

Evite: Golas altas, roupas muito largas, estampas exageradas, blusas justas ou curtas, calças de cós largo ou cintura alta, cintos que contrastam com a roupa.

Pera

Pera

A famosa forma clássica da brasileira ou do corpo violão, esse é o tipo de corpo pera. Os ombros são menores que os quadris, a cintura e braços são finos e bem desenhados, e os seios são de pequenos a médios.

O mais importante para a silhueta tipo pera é equilibrar o tamanho dos ombros com o dos quadris e atrair os olhares para a parte de cima do corpo. É fundamental marcar a cintura, ainda que de forma leve, pois isso deixará sua silhueta mais magra. Outra preocupação deve ser alongar o corpo, especialmente se você estiver acima do peso ideal.

Aposte em: Decotes e detalhes horizontais, blusas e blazers acinturados, sobreposições, colares na altura dos seis, saias levemente afuniladas e de tecidos firmes;

Evite: Camisas com punhos chamativos, bolsos volumosos,m bolsas a tiracolo, calças e saias muito justas, cintos caídos na altura do quadril.

E ai meninas e meninos, gostaram? Lembrando que essas dicas são para quem ainda tem dúvidas sobre o que vestir em algumas ocasiões por causa do formato do seu corpo, e que todo corpo é único e lindo da sua maneira. Afinal, se estamos felizes com nós mesmos, tudo em volta caí bem, não é mesmo?!

Beijos e até o próximo post!!! <3

Sobre o autor
Buena Melo Rubim

Modelo nas horas vagas, apaixonada por moda e tendências.

ARTIGOS RELACIONADOS:

Deixe uma resposta

Top
%d blogueiros gostam disto: