Roteiro 5 dias em Paris

Oi gente,

como prometido no último post, hoje darei a vocês uma ideia de roteiro para cinco dias em Paris.

Como normalmente os voos vindos do Brasil para Paris chegam no meio da tarde, sugiro que no restante do dia seja feito apenas um reconhecimento da área, ou seja, check in no hotel e uma volta no em torno para localizar uma farmácia e um supermercado, sempre úteis em viagens. Feito isso pegue o metrô, ou vá a pé mesmo, até a estação do Trocadèro e tenha uma incrível visão da Torre Eiffel.

Se for possível, espere anoitecer para vê-la acender, fica  ainda mais linda. Depois volte até a estação Trocadèro e vá para a estação Charles de Gaulle/Etoile, você estará ao lado do Arco do Triunfo e no início da avenida Champs Elysees. Agora é aproveitar, olhe todas as vitrines das grandes marcas com calma e no final escolha um dos inúmeros restaurantes para finalizar sua primeira noite na cidade luz.

champs
Avenida Champs Elysèes

No segundo dia, sugiro você conhecer o bairro mais charmoso da capital francesa: Saint Germain. Localizado na Rive Gauche, ou seja, na margem esquerda do rio Sena, Saint Germain é um bairro boêmio e descolado, nele se encontram muitas atrações.

Ao chegar no bairro pelo metrô Sevrés-Babylone, siga até a Rue Du Bac e faça uma visita à Capela da Medalha Milagrosa, uma pequena igreja onde se encontra o corpo da Santa Catarina de Labourré. Caso tenha interesse em compras, dê uma passada no Le Bon Marche, na minha opinião o melhor lugar para compras de artigos de luxo, é possível encontrar todas as grandes marcas, como Chanel, Prada, Fendi e Dior. Continuando no assunto compras, mas agora de cosméticos, não deixe de conhecer a Citypharma, localizada na Rue Bonaparte tem os melhores preços de dermocosméticos.

Seguindo pela Rue Bonaparte, andando alguns quarteirões você chegará à Igreja Saint Sulpice, que é enorme e linda. Essa igreja aparece no início da filme ” O código Da Vinci”. Aos fãs do livro é interessante tentar encontrar a ” linha Rosa ” descrita no livro/filme, confesso que não a encontrei =(

p1000718_paris_vi_eglise_saint-sulpice_reductwk1
Igreja Saint-Sulpice

A essa hora já bateu aquela fome e você poderá escolher entre as diversas opções que existem no bairro, dentre eles os famosos Cafe del Flore, Les Deux Magots, Les Relais l´Entrecote e o Ralph’ s.

le_relais_de_lentrecote_st_germain_paris_vie_2009-06-13
Fila na porta de Le Relais l´entrecote

Continue pela Rue Bonaparte até chegar ao Jardin du Luxembourg, que lhe renderá lindas fotos e servirá para um descanso pós almoço. Agora com as pernas descansadas vamos andar mais um pouquinho, mas se quiser pegar o metro também pode. Atravesse o rio Sena pela Pont des Arts e você saíra atrás do Museu do Louvre, aproveite para tirar umas fotografias da entrada do museu e sua famosa piramide de vidro. Caminhe pelo Jardin des Tuileries, descanse um pouco nas cadeirinhas próximas ao lago e se ainda tiver disposição visite o Museu d´Orange, onde estão expostas algumas obras de Claude Monet. Fim do dia, escolha um bom restaurante e recupere as energias para o próximo dia.

dsc02230
Eu e minha mãe descansando no Jardin du Tuileries -2013

Que tal no terceiro dia visitar o palácio de Versailles?Localizado na cidade de Versailles o castelo serviu de moradia da realeza francesa. A ida até o castelo é simples, dependendo da sua localização você pega apenas um trem direto para lá e a viagem dura aproximadamente 45 minutos, o ideal é chegar bem cedo, pois as filas costumam ser bem grandes. É possível conhecer o interior da palácio e também os seus lindos jardins. Voltando à Paris, vá conhecer a região da Opera, caminhe pela regiao até chegar nas famosas Galeries Lafayette, que assim como o Le Bon Marche, é uma imensa loja de departamentos com todas as marcas de luxo do mundo, mas por ser praticamente um ponto turístico está sempre muito lotada. Depois caminhe até Madeleine, talvez minha parte predileta de Paris. O entorno da enorme igreja é cercada de excelentes restaurantes e lojas famosas, principalmente relacionadas a comida, como a Fauchon, La Maison de la Truffe e Ladurèe. Dia foi bem cansativo, então volte para o hotel e descanse.

Quarto dia e sugiro conhecer uma das ilhas do rio Sena, a Ilé de la Citè, onde estão localizadas as igrejas de Notre Dame e a Saint Chapelle com seus maravilhosos vitrais. Na ilha também se encontra a Conciergerie, famosa prisão onde Maria Antonieta passou seus últimos dias antes de morrer na guilhotina durante a Revolução francesa. Almoce e depois pegue o metrô até a Baslica de Sacre Coeur, no bairro de Mont Martre que é super charmoso e onde se encontra o famoso cabaré Moulin Rouge.

dsc02114
Vitral da Igreja Saint Chapelle

Quinto e último dia iremos conhecer o museu do Louvre.Um dos maiores museus do mundo, o Louvre reúne as mais incríveis obras de arte , dentre elas a Monalisa de Leonardo da Vinci e a Venus de Milo. O acervo é gigantesco e conta a história da humanidade, com uma quantidade enorme de peças trazidas do Egito e Grécia Antiga. Uma dica para evitar as filas gigantescas é descer na estação Palais Royale- Musée du Louvre, você estará literalmente embaixo do museu e ao lado a pirâmide invertida. A fila de entrada é logo ali! Após a visita ao museu, caminhe novamente pelo Jardin du Tuileries até o Petit e Grand Palais, depois de visitá-los você já está novamente na Champs Elysées, escolha um bom restaurante para sua última noite em Paris.

dsc01503
Multidão em frente a Monalisa

Última manhã na cidade Luz, aproveite para dar uma olhada nas vitrines e comprar algumas lembrancinhas. Sugiro que vá até a Torre Eiffel e se despeça de Paris com a melhor vista da cidade. Hora de ir, Au revoir!

*Agora algumas dicas: o ticket do metrô você pode comprar já para todos os dias da viagem, fique atento as áreas atentidas, por exemplo, para ir a Versailles deverá comprar para as zonas 1-5. Uma informação importante, após passar a roleta do metrô e validar o bilhete, guarde-o com você, pode ser que seja necessário mostrar o ticket ao fiscal da estação, se você tiver perdido ou jogado fora a multa é cara!

Tax free: assim como todos os países da Europa, o turista tem o direito de receber de volta o imposto pago sob as mercadorias adquiridas, cerca de 10 a 20%, dependendo do país. É simples, na França o valor mínimo para o reembolso é de 175 Euros e basta preencher um formulário na própria loja em que realizou as compras e no aeroporto, quando estiver indo embora entregar esses formulários junto com as notas fiscais no balcão da empresa. Nas grandes lojas como Galeries Lafayette e Le Bon Marche é possível receber o dinheiro na hora, não esquecendo de entregar os formulários no aeroporto.

Paris visit: funciona como o ticket do metrô, só que válido para as atrações turísticas. Você compra na bilheteria da primeira atração que você for visitar e escolhe para quantos dias, depois não precisará enfrentar tantas filas, pois já terá os ingressos.

Terminamos nossa série sobre Paris.Não deixe de ler os outros post, sobre atrações, hospedagem e arredores de Paris.

Até semana que vem

Bisou bisou

Sobre o autor
Clarice Emilia

Meu nome é Clarice, tenho 30 anos. Nascida e criada em Vitória/ES, sou apaixonada pela minha cidade. Adoro viajar e principalmente comer bem.

ARTIGOS RELACIONADOS:

Deixe uma resposta

Top
%d blogueiros gostam disto: